logo

Condições Gerais

Condições Gerais do Roomdi

Essas condições são disponibilizadas ao cliente pela TRAVELTINO 2009, S.L.), com sede na Via Transversal 2, Muelle de Los Llanos. Edifício Lanzateide, escritório no. 20-21. C.P. 38003 Santa Cruz de Tenerife, registrada no Registro Mercantil de Tenerife no volume 3189, folha 156, página TF-48828 e fornecida com o número CIF B-57604571. e com licença de título concedida pelo Governo das Ilhas Canárias I-AV-002086.1., (a seguir designado por "Roomdi").O Cliente declara ser maior de idade e ter capacidade legal suficiente para comprar reservas de Hotel Roomdi.O Cliente declara que entende e aceita, sem exceção, estas Condições Gerais para reservas através deste site.No dia do check-in ou no dia do início da reserva, o Cliente deve ir ao estabelecimento com o voucher fornecido por Roomdi e um documento de identidade válido no país de acomodação e em vigor, comprovando sua identidade.

1.RESPONSABILIDADE DO ROOMDI

Roomdi responderá ao cliente nos seguintes casos:

  • Se o Hotel não comparecer à reserva contratada pelo Cliente, deverá acomodá-lo em outro estabelecimento de categoria similar ou superior, sem nenhum custo ou custo para o último.
  • Caso, devido a uma avaria ou qualquer outra causa, o estabelecimento reservado seja temporariamente desativado para ocupação, o Roomdi fornecerá ao Cliente acomodações em outro estabelecimento da mesma categoria ou categoria e mesma área, sempre que possível. Se as condições de ocupação da área impedirem tal mudança, o Cliente será reembolsado com a diferença de preço entre o estabelecimento inicial e o selecionado de acordo com a disponibilidade.
  • Se o Cliente decidir não aceitar a alternativa oferecida pela Roomdi, ele será reembolsado do valor pago.
  • Em nenhum caso, o Roomdi assumirá uma responsabilidade maior que a correspondente ao valor pago pelo cliente pela reserva no hotel.
  • Roomdi compromete-se a gerenciar as reivindicações do Cliente, desde que sejam comunicadas à agência de viagens quando o Cliente estiver no destino.
  • O canal através do qual o Cliente notificará e gerenciará sua reivindicação sempre deve ser Roomdi.

2.TAXAS DE MERCADO LOCAL.

Os preços mostrados na Roomdi são válidos para clientes de nacionalidade ou residência legal em os Países do Espaço Económico Europeu. Em alguns casos o estabelecimento hoteleiro, à chegada do cliente, poderá ser-lhe requerido que acredite a nacionalidade ou a residência legal em em os Países do Espaço Económico Europeu e se não apresentar o mesmo, poderá ser-lhe exigido o pagamento de um suplemento ou ser-lhe negada a entrada no hotel.

3.ANULAÇÕES E MODIFICAÇÕES

Nos termos do artigo 103, seção l), do Decreto Legislativo Real 1/2007, de 16 de novembro, que aprova o texto consolidado da Lei Geral de Defesa dos Consumidores e Usuários e outras leis complementares, o direito de retirada na prestação deste serviço é excluído.No entanto, o cancelamento acima é permitido, o que pode gerar despesas, cujo valor varia dependendo do destino, data e estabelecimento do hotel. O cancelamento também será entendido como a redução do número de quartos, noites ou alteração do nome do cliente.Durante o processo de reserva, o Cliente deve aceitar as condições de cancelamento fornecidas pelo Roomdi, onde os valores dessas despesas são informados.

Sem prejuízo dos custos de cancelamento acima mencionados, qualquer cancelamento, modificação e / ou procedimentos a serem realizados com os fornecedores solicitados pelo Cliente ao Roomdi terão despesas de gestão que serão informadas, no momento da solicitação, com antecedência ao Cliente para sua aceitação.O canal através do qual o Cliente notificará e gerenciará suas modificações, cancelamentos e reembolsos sempre deve ser a agência de viagens onde a reserva do Hotel foi feita.

4. NÃO APRESENTAÇÃO / NO SHOW.

A não apresentação do cliente no Hotel sem aviso prévio será tratada com rigor, dado que se produz um gasto por parte do estabelecimento ao não poder ocupar o/s quarto/s reservado/s. Não se poderá reembolsar ao cliente valor algum por "no show"; os gastos serão de 100% sobre o custo da reserva.

5. CATEGORIA HOTÉIS

A qualidade e conteúdo dos serviços prestados pelo hotel estará determinada pela categoria turística oficial, se aplicável, atribuída pelo organismo competente do seu país. Em alguns casos será facultada informação da categoria dos hotéis utilizando a classificação de estrelas, mesmo que esta não seja a vigente no país concreto, com o objectivo que o consumidor possa, através da equivalência em estrelas, orientar-se mais facilmente sobre os serviços e categorias dos estabelecimentos, tendo em conta sempre que tal classificação apenas responde à avaliação realizada pelo Organizador. alguns hotéis poderão alterar o seu nome ou marca comercial, o qual não se poderá interpretar como uma alteração de hotel ou modificação da reserva

6. ENTRADAS E SAÍDAS.

O horário habitual para a entrada e saída nos hotéis varia em função do primeiro e último serviço que o hóspede possa utilizar. Como norma geral, e salvo que expressamente se pactue diferente, os quartos poderão ser utilizados a partir das 14 horas do dia de chegada e deverão ficar livres antes das 12 horas do dia de saída. Quando o serviço contratado não incluir o acompanhamento permanente de guia e no caso de que o consumidor preveja a sua chegada ao hotel ou apartamento reservado em datas ou horas distintas às mencionadas, é conveniente, para evitar problemas e más interpretações, comunicar com a maior antecedência possível tal circunstância à agência, ou directamente ao estabelecimento. O serviço de alojamento de hotel considera-se prestado sempre que o quarto esteja disponível para o consumidor na noite correspondente, independentemente que, por circunstâncias próprias da Viagem Combinada, o horário de entrada no mesmo se produza mais tarde do inicialmente previsto.

7. QUARTOS.

Dada a vigente legislação, que estabelece apenas a existência de quartos individuais e duplos permitindo que em alguns destes últimos possa habilitar-se uma 3ª e/ou 4ª cama, considera-se sempre que a utilização destas camas extras, se realiza com o conhecimento e consentimento das pessoas que ocupam o quarto e assim estará apresentado o quarto como triplo em todos os impressos de reservas facultados ao consumidor.

8. ADMISSãO DE ANIMAIS DOMÉSTICOS.

Igualmente, deve consultar a agência, no momento de realiza a reserva, sobre a possibilidade de levar animais, já que, geralmente, não são admitidos nos hotéis e apartamentos. A aceitação por parte da unidade hoteleira, poderá ter um custo extra a pagar pelo proprio no alojamento.

9. SERVIÇOS ALIMENTARES.

S.a. = Só alojamento. a.P.a.= alojamento e Pequeno-almoço. M.P.= Meia Pensão (normalmente alojamento, pequeno-almoço e jantar), P.C. = Pensão Completa (pequeno-almoço, almoço, jantar e alojamento). T.I. = Tudo Incluído. S.P. = Segundo Programa. Salvo indicação expressa, as bebidas nunca estão incluídas.

10. SERVIÇOS SUPLEMENTARES.

Quando os consmidores solicitarem serviços suplementares (Quarto Vista mar, etc.) que não lhes possam ser confirmados definitivamente pelo Organizador, e estos não possam ser facultados, a agência não terá responsabilidade no que diz respeito a reembolsar o valor pago por tais serviços imediatamente à desistência do serviço por parte do consumidor ou após a finalização do serviço contratado. algumas instalações em alguns hotéis estão operacionais exclusivamente em datas concretas e não toda a temporada como, por exemplo, o ar condicionado, aquecimento, piscinas, jacuzzis, etc., que estarão sujeitos ao determinado pelo estabelecimento hoteleiro.Dependendo do número de clientes segundo a nacionalidade, os hotéis reservam-se no direito de programar as suas actividades exclusivas em idiomas estrangeiros. Os berços, para bebés, deverão ser solicitados à agência por parte do cliente, após realizada a reserva, estas sempre serão sob disponibilidade, por parte do hotel. Poderá ser cobrado um suplemento extra, o qual deverá ser pago directamente no próprio hotel.

11. TAXAS DE ALOJAMENTO.

Em alguns países existe um imposto local denominado "taxa de estada" que deverá ser paga directamente no estabelecimento.

12. CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA CRIANÇAS.

Dada a diversidade do tratamento aplicável às crianças, dependendo da sua idade, do operador de serviços e da data da viagem, recomenda-se consultar sempre as condições especiais que possam existir e que em cada momento serão objecto de informação concreta e detalhada e que estará no contrato ou na documentação da viagem entregue ao consumidor. Em geral, em relação ao alojamento, os descontos de criança serão aplicados sempre que partilhe o quarto com dois adultos. Todos os passageiros, indistintamente que sejam crianças ou bebés, deverão inserir-se ao realizar a reserva, indicando a idade exacta de cada um deles (1 ano no caso de bebés).

13.- APARTAMENTOS.

Ao efectuar a reserva, o consumidor é plena e exclusivamente responsável de fazer a declaração correcta do número de pessoas que devem ocupar o apartamento, sem omitir as crianças, seja qual for a sua idade. advertimos que a administração dos apartamentos pode legalmente negar-se a admitir a entrada daquelas pessoas não declaradas, não havendo lugar a reclamação alguma por essa causa. Em alguns casos existe a possibilidade de habilitar camas extra ou berços, que deverão ser solicitados pelo consumidor antes de celebrar-se o contrato, e que salvo expressa menção em contrário, não estarão incluídos no preço publicado no apartamento. No aluguer de apartamentos em algumas ocasiões, tem de se subscrever-se "in situ" o correspondente contrato de arrendamento segundo o modelo ajustado à vigente legislação, do qual, no caso de que seja possível e assim o tiver solicitado por escrito o consumidor à agência, poderá obter uma cópia antes do início da viagem. Este contrato deve ser assinado pelo consumidor, que deverá pagar a correspondente fiança o seguro de responsabilidade civil para responder aos eventuais danos, se aquela é exigida.

14.RESERVA DE GRUPO.

Se a sua intenção é efectuar uma reserva para um grupo superior a 9 pessoas, deverá contactar-nos previamente para podermos gerir-lhe o mesmo. Roomdi não se responsabilizará da possível anulação de reservas por parte do fornecedor de serviços que se possam considerar grupo.